Budweiser amplifica energia da Copa do Mundo e ilumina comunidade por três anos
11 de julho de 2018
0

Energia e vibração dos eventos feitos pela cerveja Budweiser no Sul do Brasil foram convertidas em luz

Levando ao pé da letra sua campanha global “Ilume o mundo”, a cerveja Budweiser captou simbolicamente a energia liberada nos Bud Basements durante a Copa do Mundo FIFA 2018™ para compartilhá-la em forma de luz com uma comunidade sem acesso à rede elétrica. Desde o dia 15 de junho, tótens que simulam a absorção da energia estão instalados nos galpões onde ocorrem os três eventos Basement no Sul do Brasil (Curitiba, Florianópolis e Porto Alegre). Neste domingo (8), a vibração “captada” se transformou em iluminação para a aldeia Tekoa Itanhaém, na Grande Florianópolis, através de parceria entre a marca e a organização Litro de Luz Brasil.

A realização da ação contou com mais de 30 voluntários, que instalaram os postes de luz solar que fornecerão iluminação gratuita e sustentável. Um time da Cervejaria Ambev e do Litro de Luz, junto com os embaixadores da comunidade, trabalhou em todas as etapas de construção: desde a fundação das estruturas à montagem do sistema de iluminação. Cerca de 110 membros da aldeia foram beneficiados com as instalações dos 25 postes. Ao total, serão três anos de luz compartilhados com os membros da reserva chamada Itanhaém, que significa “em direção às pedras”.

Bud Basement

Inspirado nos icônicos porões de Nova York e Berlim que revelaram grandes marcas, bandas e ideias pelo mundo, o Bud Basement chega a 10 capitais brasileiras durante a Copa do Mundo da Fifa™, de 15 de junho a 15 de julho. A ideia do projeto é reunir pessoas que se conectam pela atitude em uma atmosfera urbana, genuína e contemporânea como a cerveja. Em Florianópolis, o Bud Basement será na SC-401 – Km 3,5, bairro Saco Grande.

Com proposta de ser o hot spot da cidade para assistir os jogos, o espaço contará com uma programação intensa. Por lá haverá transmissão das partidas em telões 360º, festas, gastronomia, street soccer, barbearia, banca e outras experiências voltadas ao lifestyle urbano. Bosque 55, Sounds in da city e Banda Blame são algumas labels que irão movimentar as festas no galpão.

O projeto da cerveja Budweiser tem produção local comandada pelo Grupo Novo Brasil, através do P12. Quem coordena nacionalmente é a agência Haute.

Sobre a Budweiser

Budweiser, uma verdadeira lager americana, foi lançada em 1876, quando o fundador da empresa, Adolphus Busch, iniciou sua jornada para criar a primeira marca americana de cerveja verdadeiramente nacional – produzida para ser universalmente popular e transcender gostos regionais. Cada lote de Budweiser é fiel à mesma receita familiar usada há cinco gerações de cervejeiros da família Busch. Budweiser é uma cerveja de corpo médio, saborosa, pura e com final bem definido, com camadas de aromas de lúpulos americanos e europeus e fabricada de forma a trazer um equilíbrio perfeito entre sabor e frescor. A Budweiser é preparada usando métodos consagrados, incluindo o “kraeusening”, para carbonatação, e o envelhecimento Beechwood, o que resulta em equilíbrio e características inigualáveis.

Sobre a Litro de Luz

No Brasil desde 2014, o Litro de Luz desenvolve soluções ecológicas e economicamente sustentáveis para combater a falta de iluminação nas cinco regiões do país, tendo impactado diretamente mais de sete mil pessoas.  Referência em inovação, a organização no Brasil atua com duas soluções: o poste solar e o lampião, esta última, desenvolvida pela equipe local e replicada ao redor do mundo.

Foi por meio de uma solução acessível, criada pelo brasileiro Alfredo Moser, em 2002 – que usou garrafas pet abastecidas com água e alvejante para solucionar o problema da falta de luz dentro de casa –, que o movimento global Liter of Light foi criado nas Filipinas, em 2011. Atualmente, a organização está presente em mais de 21 países e já impactou a vida de milhões de pessoas, além de ter recebido importantes premiações como o World Habitat Awards 2015, da ONU, e o Zayed Energy Prize, considerado o prêmio NOBEL de Energia Sustentável.

Deixe uma resposta