Cidades Invisíveis faz ação do Dia das Crianças em comunidade da Grande Florianópolis
10 de outubro de 2018
0

Além de evento gratuito no Frei Damião, projeto traz o fotógrafo André Nicolau para produção da nova coleção de camisetas

O Cidades Invisíveis se prepara para lançar a nova coleção produzida para potencializar as ações das incubadoras Bonsai, que desde julho está gerando oportunidades para moradores de comunidades em situação de risco na Grande Florianópolis. A nova coleção, intitulada SYLC – Support Your Local Community, é resultado dos seis anos de trabalho, desde a fundação do Cidades Invisíveis: referências ao empoderamento, à valorização da cultura local, da luta contra as desigualdades e de valores como o amor ao próximo e à família. Quem comanda o shooting é o talentoso André Nicolau, fotógrafo especializado em moda, e o ensaio será realizado dentro da comunidade do Chico Mendes. Os modelos da nova coleção serão jovens moradores do bairro, já envolvidos no projeto.

Além da nova campanha, também será realizado um evento de Dia das Crianças na Frei Damião, maior comunidade de Santa Catarina, localizada em Palhoça. O Cidades Invisíveis levará para os moradores da região brinquedos infláveis, recreação cultural, esportiva, aulas de Yoga e outras atrações totalmente gratuitas no sábado, 13 de outubro, durante todo o dia.

Toda a coleção SYLC – que inclui camisetas, shorts, moletons bordados à mão por mulheres e homens das comunidades e jaquetas bomber – foi produzida para reverter o lucro para as incubadoras presentes em comunidades catarinenses, como a Chico Mendes, em parceria com o projeto Geração da Chico; Monte Cristo, em parceria com Cedep; e o Frei Damião. Todas elas integrantes do projeto Bonsai. “Nosso objetivo é contribuir com o empoderamento dessas iniciativas, que fazem geração de oportunidades a partir de cursos profissionalizantes para quem mais precisa”, destaca o empreendedor Samuel Schmidt, fundador do Cidades Invisíveis.

A coleção SYCL estará disponível para venda no site do projeto (https://www.projetocidadesinvisiveis.com.br) ainda em outubro.

Deixe uma resposta