Primeira noite do 11º FUCCA é marcada pela pluralidade

Um espaço para quem gosta de música, skate, que aprecia arte ou prefere dançar break. Se existe um lugar para reunir tamanha pluralidade é o Festival Universitário da Canção, Cultura e Arte – FUCCA. E no primeiro dia da 11ª edição, atrações não faltaram para atender a todos os gostos no setor 3 do Parque Vila Germânica, em Blumenau.

O músico, e também jurado do evento, Mazin, participou da abertura do FUCCA com um solo de guitarra, tocando o hino nacional. Entre as autoridades e jurados reunidos, estavam o  vice-reitor da Furb, Udo Schroeder, e o secretário de Turismo e presidente da Vila Germânica, Ricardo Stodieck.

Oito das 20 bandas inscritas subiram ao palco do festival. No repertório havia um pouco de cada estilo: do rock ao reggae, passando pelo rap e chegando até ao estilo gauchesco, transformando o pavilhão 3 da vila germânica, conhecido pelas danças tradicionais alemãs, em uma grande festa multicultural. Depois dos talentos locais, o show ficou por conta da banda psicodélica Boogarins, reconhecida mundialmente por seus shows recheados de improvisações de alto nível. O quarteto composto por Fernando Almeida, Benke Ferraz, Raphael Vaz e Ynaiã Bethroldo, apresentaram as músicas de seu álbum “As Plantas Que Curam”,que estreou este ano no mercado brasileiro pela plataforma Skol Music e o com o selo StereoMono, comandado por Carlos Eduardo Miranda.

Vivendo intensamente

Antes da abertura dos portões, uma menina chamava atenção. Munida de cartazes e com uma camiseta de um fã clube, Eduarda Ferreira de Lima, estudante de publicidade, viajou cinco horas de ônibus para assistir o show de sua banda preferida, o Jota Quest. Pensando nisso, a Skol convidou a Curitibana a viver um momento inesquecível: a estudante foi convidada a subir ao palco para apertar o “ON “e dar início ao principal show da noite. Muito emocionada, Eduarda afirmou que foi a experiência mais intensa da sua vida.

A Banda Jota Quest apresentou um show vibrante e divertido, agitando as 4,5 mil pessoas que lotaram o pavilhão 3 da Vila Germânica A banda tocou grandes sucessos de sua carreira, como “Fácil”, “Tudo está Parado”, “Na Moral” e “Dias Melhores”. Os sucessos recentes “Reggae Town” e “Waiting For You” não ficaram fora do playlist, seguindo a trilha da energia positiva que marca a trajetória desta banda brasileira que se mantem, há quase vinte anos, como uma das mais queridas do país.

 

E tem mais

Neste sábado outras 12 bandas sobem ao palco. A abertura do segundo dia fica por conta da banda Malungo, vencedora do FUCCA 2014, seguido por Nova Veneza, Estrangeiro no Lar, Nave Ganso, Heróis de Ninguém, Marcapágina, Chuck Violence, Sum, Anomalia Social, TioEii, Hero For A Life, Novos Vintages e Pirão Catarina. A grande vencedora será anunciada no final da noite. Quem comandará o encerramento da 11ª edição do FUCCA será a atração nacional Detonautas. Todos os horários estão no site do evento (fucca.art.br).

O FUCCA é uma realização do Diretório Central dos Estudantes (DCE) da FURB com a produção da BOX Produtora e patrocínio da Skol.

Crédito das Fotos: José Somensi

RELACIONADAS

NOTÍCIAS