Review: “Só Track Boa” movimentou o Green Valley com doze horas de música eletrônica
5 de junho de 2018
0

Super Club recebeu no sábado a label em mais um evento de casa cheia com nomes como Cat Dealers, Chemical Surf e Shiba San

O sábado foi de festa no clube número 1 do mundo. Em mais uma noite impecável, o Green Valley foi palco para o “Só Track Boa”. Durante doze horas de festa, 14 atrações se dividiram em duas pistas: o Main Stage e a Underline_, assinada pela Dirtybird Players. Ambas receberam decoração especial. Os primeiros greenlovers chegaram por volta das 19h, quando Aninha e San Schwartz davam start no festival.

Durante a abertura do Main Stage, Aninha mostrou por que está expoente na cena nacional. Seu warm up teve uma verdadeira aula de técnica e bom gosto. Enquanto isso, na Dirtybird, o veterano San Schwartz trazia tracks consolidadas de techno e techouse. O frio de outono não tirou a animação de quem aproveitava a noite desde o início. Às 21h rolou a primeira mudança no comando do som: o talentoso Volkoder assumia o Main Stage com destaques da House Music como ‘I Want U’ e ‘More Than 2’. Já a eficiência de Dakar nos sons de pista deram o tom da Underline_ enquanto a rampa de acesso do clube ficava mais movimentada.

RDT, outro nome residente no Green Valley, que comandou as pick-ups a partir das 00h, fez a galera dançar e cantar com remixes de músicas brasileiras compostas por batidas cheias de personalidade da sua e-music. O catarinense Pimpo Gama embalou a energia de quem saiu de casa para se divertir com um set bastante inspirado. Ele deu espaço para o inglês Weiss, um dos principais nomes da House Music da atualidade. De volta ao Main Stage, um b2b de respeito: Cat Deakers X Chemical Surf se encontraram no palco às 1h30. A música parecia conversar com os greenlovers que ferviam a pista.

Cat Deakers b2b Chemical Surf – crédito Adriel Douglas

Com clássicos como ‘Planet Floor’ e ‘Show Me, Show Me’, Shiba San assumiu a Dirtybirds às 3h. Pouco depois foi a vez de de Groove Delight assumir as pick-ups com um set com influências diversas como Rock, New Wave, House e Techno. Passava das 5h quando as batidas do DJ Glen ganharam espaço no Super Club. Com técnica e presença sempre elogiada pelo público, o paulista tocou quase até o amanhecer, encerrando os trabalhos na Underline_. Quando o céu estava claro, às 6h, chegou a hora JØRD encerrar o Main Stage alguns dos remixes favoritos do público.

O frio chega, a cerração baixa e dispensa a máquina de fumaça o efeito das luzes reverberam na natureza que cerca o club número 1 do mundo. Bem-vindo inverno, bem-vindo Winter Music Festival, nos vemos lá! Veja as atrações confirmadas para 21 de julho em www.greenvalleybr.com.

Deixe uma resposta