set 8, 2022 | Clientes, Release | 0 Comentários

Ambev quer unir mais de 190 mil bares e restaurantes em todo o país no combate à fome e desperdício de alimentos

33 milhões de pessoas passam fome no Brasil e não têm certeza de quando vão conseguir fazer a próxima refeição. O percentual, que está acima da média mundial, fez com que o Brasil voltasse a figurar no Mapa da Fome das Nações Unidas. Por outro lado, cerca de 26 milhões de toneladas de alimentos são desperdiçadas anualmente no Brasil, segundo dados da FAO/ONU.
 

Para ajudar a minimizar o desperdício e contribuir com a alimentação de brasileiros que não têm o que comer, a Ambev fez uma parceria com a startup social Comida Invisível que vai conectar quem quer doar alimentos — neste caso, estabelecimentos como restaurantes, bares, mercados e supermercados — com quem precisa. Os pontos de vendas da região oeste do Rio de Janeiro, cadastrados no BEES — plataforma B2B da Ambev — já podem solicitar seu cadastro junto à startup social, que atua com soluções de combate ao desperdício de alimentos.
 

“Sabemos que muitas famílias vivem em situação de insegurança alimentar e, por isso, buscamos um parceiro que nos ajudasse a dar destinação a uma parte de alimentos que normalmente seriam descartados. Temos consciência de que, com o nosso tamanho, conseguimos impulsionar muita gente para frente. Por isso, disponibilizamos aos nossos pontos de venda a possibilidade de contribuir com o trabalho realizado pela Comida Invisível”, conta Carla Crippa, Vice-Presidente da área de Impacto Positivo e Relações Corporativas da Ambev.
 

O cadastro dos PDVs na plataforma é financiado pela Ambev, que quer disseminar a cultura da doação de alimentos em seu ecossistema. Além disso, a companhia também participa com a doação dos alimentos de seu Centro de Distribuição.
 

Fonte: Parte dos dados sobre fome aqui mencionados foram extraídos do 2º Inquérito Nacional sobre Insegurança Alimentar no Contexto da Pandemia da Covid-19 no Brasil. Veja a íntegra neste link.

RELACIONADAS

NOTÍCIAS

Movimento liderado por atletas da Seleção e Guaraná Antarctica facilita inclusão de jogadoras brasileiras nos games

Com o apoio de craques de diversos times espalhados pelo Brasil, movimento #BotaElasNoJogo cresce e ganha plataforma para ajudar a resolver impasses das empresas de jogos eletrônicos Você, com certeza, já jogou no seu videogame com um atleta famoso de futebol. Agora,...

ler mais