out 31, 2017 | Clientes | 0 Comentários

Hallowgreen chega a terceira edição em mais uma noite marcante no Green Valley

Por Sandro Paim

Mais adeptos do que nunca ao Halloween, os greenlovers fizeram bonito na noite de sábado (28) na terceira edição do Hallowgreen, maior festa de Dia das Bruxas do Brasil. Especialmente decorado para o evento, o clube mais premiado das Américas reuniu um time de artistas fantasiados, além de um túnel do terror na rampa de acesso ao main stage e várias interações cinematográficas. A decoração com pegada macabra em meio à natureza exuberante por volta do clube não deixava dúvidas de que seria mais um evento histórico. O main stage se transformou em um cenário com os mais diversos (e caprichados!) looks para a festa temática, com destaques para as maquiagens faciais.

A abertura dos portões rolou às 22h, horário em que já dava para ver o Green Valley movimentado pelos fãs de música eletrônica. Na abertura do main stage, Dropack foi o responsável por esquentar os primeiros greenlovers que sobreviveram ao túnel do terror, localizado na rampa de acesso à pista. No mesmo horário, Gare Due dava start na Underline.

Habitué das pick-ups do Green Valley, Rodrigo Vieira também fez bonito no main stage. Carismático, o residente do clube mostrou bagagem na cabine, deixando a pista “no ponto”, como de costume. Seguido por Doozie, projeto encabeçado por Rodrigo Kost, brasiliense radicado em Santa Catarina. Ganhando cada vez mais destaque na cena eletrônica e notoriedade, o DJ traz versatilidade com grave dançante. Por volta das 2h30, a dupla Sunnery James e Ryan Marciano assumiu o som com funky house. O duo holandês com grande destaque na cena internacional foi recebido com cartazes de fãs, fazendo uma interação digna para toda a produção e energia que tomou conta do Green Valley.

De volta à Underline_, o DJ e produtor San Schwartz mostrou que vive e respira música. Considerado promessa brasileira, ganhou destaque internacional com produções lançadas por diversos selos europeus. Ele deu lugar ao londrino Max Chapman, estourado na cena do house underground. Pouco antes de amanhecer, por volta das 5h, a Underline estava fervendo. Produção impecável e versatilidade marcaram a apresentação do DJ que encerrou mais uma edição do Hallowgreen. No main stage, a dupla The Juns também finalizava com maestria o house.

Sentiu como não dá para perder uma noite no Green Valley? A próxima abertura do Super Club é no dia 11 de novembro, data em que a casa comemora 10 anos e traz o holandês Oliver Heldens, considerado DJ prodígio com nome consolidado no cenário mundial. As vendas estão abertas no site Ingresso Nacional.

RELACIONADAS

NOTÍCIAS