ago 27, 2015 | Recentes, Release | 0 Comentários

Diário Catarinense lança terceira edição do Viver SC

Anfitriões do Oeste são os primeiros a receber a equipe do DC para uma viagem com histórias marcantes e registros memoráveis  
 
Foi lançada nesta quinta-feira (27) a terceira edição do Viver SC. O projeto idealizado pelo Diário Catarinense ganhou repercussão em 2013 após receber milhares de fotos e conteúdo do público catarinense que continuou envolvido mesmo após o encerramento.
Uma equipe do DC já está, desde o dia 9 de agosto, desbravando e acompanhando personagens que contam histórias e apresentam locais peculiares do estado. Através da sensibilidade da repórter Karine Wenzel e do olhar minucioso do repórter fotográfico Marco Favero, cinco cadernos especiais serão produzidos surpreendendo e envolvendo o público catarinense, juntamente com o conteúdo sugerido pelos leitores.
Após o sucesso da primeira edição, o projeto abriu horizontes para novos olhares. Viver SC vai apresentar as riquezas culturais do estado e sua pluralidade através daqueles que tornaram-se parte da história de cada região: seus moradores. Para iniciar a aventura, a equipe pisou em terras que carregam traços, marcas e personalidades fortes, o Oeste.
Oeste

Três anfitriões e amantes do Oeste elaboraram roteiros que traduzem de alguma maneira o que é viver nesta região. Em Chapecó, Victorino Zolet, um dos primeiros fotógrafos e idealizador da obra símbolo da cidade, o Desbravador, guiou a equipe pelas ruas da cidade. Juliano Romancini, empresário e esportista radical, ficou responsável por apresentar as belezas de São Miguel do Oeste. Já no Meio-Oeste, as histórias e peculiaridades foram apresentadas pelo escultor Werner Thaler, bisneto de um dos fundadores de Treze Tílias.
Mestre em história, Alceu Antonio Werlang, conta sobre a colonização sob uma perspectiva emocionante. Na galeria SC, a obra Frei Bruno é um dos destaques do artista plástico, designer e escultor de Joaçaba, Paulo Dozza. Curiosidades é que não faltam na região. No Almanaque de Viagem, por exemplo, o porcopizza é revelado por ser uma receita muito famosa onde a carne suína serve como massa e recebe recheios variados.
Os bons exemplos também não poderiam ficar de fora. Rosane Marques de Oliveira, moradora de São Miguel do Oeste e o Juiz Ermínio Darold, de Chapecó, dedicam o tempo livre para praticar iniciativas que beneficiam diversas pessoas. Ela se propõe a oferecer caronas diariamente para as mulheres vítimas de violência doméstica que precisam registrar B.O e faz questão de acompanhá-las até nos procedimentos médicos e legais. Ermínio, também preocupado com as questões sobre os direitos morais e civis, ministra gratuitamente aulas sobre cidadania e outros temas para pais, professores e estudantes da rede pública. É ver para ler e se emocionar!
As próximas regiões que farão parte do projeto são Sul e Serra, Vale do Itajaí, Grande Florianópolis e Norte.

Hashtag
Os leitores são os olhos do Viver SC. Eles poderão marcar suas publicações nas redes sociais com hashtag #ViverSC registrando suas histórias, viagens e paisagens do estado que serão avaliadas e publicadas na versão impressa e online da revista.
Mapa colaborativo
Outra forma de integração com o leitor é o mapa colaborativo disponível no diariocatarinense.com, na seção do Viver SC. O visitante do site escreverá uma frase e poderá colocar imagens sobre a sua cidade. A colaboração também pode ser pelo e-mail viversc@diario.com.br ou pelo WhatsApp (48) 9924-0137.Disponível em todas as plataformas do Diário Catarinense, o Viver SC terá, além dos cadernos, conteúdos exclusivos no site, vídeos e a coluna mensal “De Olho em SC” que contará os bastidores da viagem e a emoção em cada roteiro e experiências.
O Viver SC é uma realização do Diário Catarinense, com patrocínio do SINEPE/SC e SEBRAE/SC e com apoio da UNICRED e CIIPO. O projeto deve se estender por nove meses e contará também com ações especiais como o Selo Viver SC, Painel Viver SC e o Troféu Viver SC.

RELACIONADAS

NOTÍCIAS